domingo, 31 de janeiro de 2016

Uma tarde de reuniões

Neste domingo, 31 de janeiro, tive uma tarde de reuniões.
 
Ao princípio da tarde, na Igreja Paroquial, houve um encontro de pais, sob o tema do Plano Pastoral para janeiro/fevereiro, "NA BÍBLIA A BÊNÇÃ0 E A LUZ DO CORAÇÃO".
Perante um assinalável grupo de pais, e com o apoio do Power point e do projetor, o pároco e elementos responsáveis pelo setor da família dinamizaram o encontro, suscitando a participação dos presentes, tanto nos momentos de reflexão e oração, como nos de diálogo e  de leitura. Assinale-se que os presentes aderiam aos cânticos, como o Hino da Família e o Hino do Ano da Misericórdia.
O matrimónio como sinal da Aliança entre Deus e o seu povo, entre Cristo e a Igreja à luz da mensagem bíblica; uma proposta para um 2016 aberto à amizade e à misericórdia na família, muito participada;  momentos de oração coral, onde se rezaram salmos e a oração para o Ano da Misericórdia; espaço de silêncio; a vivência da misericórdia na família atual, onde o amor e a horizontalidade são marcas hodiernas... foram temas deste encontro.
Algumas propostas lançadas neste encontro:
- Mais atenção aos filhos na catequese: faltas, comportamento, empenho...
- Centralidade da Missa na catequese. A Missa é o coração da catequese! Não interessa ir à catequese se os pais não os incentivam à participação na Eucaristia, dando o exemplo.
- Algumas informações sobre as festas da catequese.
- O amor só cresce quando se dá. Daí a importância de famílias abertas a Deus e à comunidade.
- A família é uma pequena Igreja; a Igreja é uma grande família. Decorre disto a necessidade de as famílias partilharam com o Centro Paroquial e darem importância ao jornal paroquial.
Foi um encontro muito interessante. Parabéns aos participantes e aos dinamizadores.


No fim da tarde, teve lugar no Centro Social de São João Batista, Queimada, a reunião arciprestal, presidida pelo arcipreste.
Além das informações do Conselho de Arciprestes, os presentes debruçaram-se sobre o Ano da Misericórdia, atividades a desenvolver, experiências paroquiais, propostas para o próximo Conselho de Presbíteros, etc.  Claro que não faltou um espaço de oração.
Seguiu-se uma refeição fraterna, servida com simplicidade e elegância própria da casa.
É sempre belo o momento em que os sacerdotes se encontram, rezam e partilham.          

Sem comentários: