quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Assim não, senhores polícias! ASSIM NÃO!



Que a GNR, PSP, Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, Polícia Marítima, Guardas Prisionais e Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE),  inspetores da Polícia Judiciária e elementos das polícias municipais  se manifestem, tudo normal. É um direito que lhes assiste.

Agora que haja rebentamento de petardos, que derrubem as barreiras metálicas de proteção, que passem pelo contingente policial e invadam a escadaria da Assembleia da República, que seja preciso a chegada de elementos da polícia de choque, que o corpo de intervenção recue até às portas da Assembleia da República, isso já não tem sentido.

Muita desta gente que hoje se manifestou poderá estar amanhã do outro lado da barricada a defender a Assembleia da República perante outros manifestantes.
Que autoridade terá para manter a ordem e defender os limites, quando hoje tiveram o comportamento que tiveram???
Que se manifestem, que digam da sua indignação, que soltem palavras de ordem, que reivindiquem o que acham ser os seus legítimos direitos, tudo bem. É assim em democracia.
Mas que haja comportamentos e atitudes como os de hoje, isso não! É indigno. Os senhores agentes não podem ter uma postura enquanto manifestantes e exigir outra enquanto agentes da autoridade. É que quem semeia ventos, colhe tempestades.

Muitas vezes, e de diversas formas, me tenho manifestado por uma autoridade policial dignificada pelo estado e pelos cidadãos. Mas hoje reprovo totalmente o seu comportamento.

Sem comentários: