terça-feira, 28 de março de 2017

Rezar a Vida: A caminho


Maravilhosa Graça

Maravilhosa graça, como é doce o som
Que salvou uma infeliz como eu
Eu antes estava perdida mas agora fui encontrada
Estava cega, mas agora vejo


Foi a Graça que ensinou meu coração a temer
E Graça, meus medos aliviados
Como é precioso que a graça tenha aparecido
Na hora em que acreditei


Através de muitos perigos, tribulações e ciladas
Nós já chegamos
Foi a Graça que nos trouxe a salvo para tão longe
E a Graça nos levará para casa


Maravilhosa graça, como é doce o som
Que salvou uma infeliz como eu
Eu antes estava perdida mas agora fui encontrada
Estava cega, mas agora vejo
Estava cega, mas agora vejo


Rezar a Vida: A caminho

Senhor,
Não deixo de achar curioso o tempo da Quaresma,
Pois nele fazemos memória de uma história
Da qual conhecemos o fim.
Fim que, na verdade, foi o início,
Quando, pelas mãos do Pai, foste ressuscitado.
Fim do aguilhão da morte (cf. 1Cor 15, 55),
Embrulhado numa promessa de vida eterna.
Fim dos nossos pecados, por ti redimidos,
Na tua escandalosa cruz.
Fim da tua caminhada terrena
Com o batismo de uma vida nova,
Derramado em nossos corações,
Pelo teu Santo Espírito.
Fim da humanidade ferida em Adão,
Em ti, por ti e para ti recriada e recapitulada,
Cumprimento da nova e eterna aliança. 

Porque nos pomos, então, a caminho?
Porque há uma sabedoria,
Que só se revela quando a tua palavra encarna
No concreto da nossa história.
Porque é quando te encontramos pelo caminho
Que os nossos passos ganham sentido,
Ainda que tropecemos nas encruzilhadas,
Das nossas vidas atribuladas.
Porque é caminhando que percebemos
Que o importante não é a meta
Mas saber pôr, em cada passo,
Ora louvor, ora súplica,
Ora júbilo, ora lamento.
E, assim, nesta entrega despojada e peregrina
Aprendemos a conjugar, com o teu amor, a nossa existência,
Caminhando contigo até à gloriosa Páscoa.
Raquel Dias, aqui

Sem comentários: