segunda-feira, 6 de março de 2017

FONTÍCULA


Reinava em Portugal D. Luís I quando, no princípio da década de sessenta do século XIX, se iniciou a abertura da estrada real, entre Trancoso e Lamego.
Com a mão de obra totalmente manual, imaginem os leitores o tempo que demorou a construir esta via de comunicação.
Além das dezenas de pontes que foram erguidas ao longo do trajeto, houve o cuidado, já naquele tempo, de construir fontículos, para os viajantes que por ali circulassem. A fontícula de 1867, erguida entre Almodafa e a Granja Nova, no concelho de Tarouca, na estrada nacional n.° 226, é tricinquentenária.
Durante dezenas de anos ostentou duas amoreiras diante da fonte mas cerca do ano de 1977 foram arrancadas.
Era debaixo deste espaço arborizado que muitos viajantes, mercê da sua sombra, se deliciavam a comer e a beber qualquer coisa.
Continua a ser uma referência para todos aqueles que circulam por aquelas bandas, sejam pessoas locais ou forasteiras. A fontela sesquicentenária continua a orgulhar-nos com a sua originalidade.


Isaac Proença

Sem comentários: