terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Papa: «Tenho a sensação que o meu pontificado será breve»

Vários órgãos de comunicação social portugueses estão a dar grande destaque à duração de quatro ou cinco anos que poderá durar o Pontificado do Papa Francisco.
No site da tvi24 podemos ler:
“Em declarações recordadas num documentário da Sky Atlantic, para assinalar os 80 anos do Sumo Pontífice, Francisco diz ter a sensação de que “o Senhor o colocou aqui por pouco tempo.”
Papa Francisco diz ter a sensação de que o seu pontificado será breve e não durará mais do que “quatro ou cinco anos”. As declarações já não são novas, mas foram agora recuperadas num documentário da Sky Atlantic, divulgado este domingo para assinalar os 80 anos do Papa (Jorge Bergoglio celebra 80 anos no próximo dia 17).
O documentário coleta várias entrevistas concedidas pelo Papa ao longo do pontificado e recorda uma entrevista a uma jornalista mexicana, em que Francisco disse ter a sensação de que o seu pontificado durará apenas “quatro ou cinco anos”.
Tenho a sensação que o meu pontificado será breve… quatro ou cinco anos. É como uma sensação um pouco vaga, talvez… sabe? Mas tenho a sensação de que o Senhor me pôs aqui por pouco tempo. Mas é só uma sensação, por isso, deixo sempre a possibilidade em aberto."
Numa outra entrevista, agora recuperada pelo documentário da Sky Atlantic, Francisco explica por que sente dificuldades em demonstrar as próprias emoções em público. "Quando me emociono, fecho-me nas minhas emoções. É um cozimento lento, certo? Defendo-me muito das emoções, por vergonha, por pudor… pudor machista… sei lá”, disse.
O vaticanista Octávio Carmo da Agência Ecclesia escrevia ontem:
Um novo documentário televisivo sobre o Papa retoma hoje as declarações de Francisco que perspetivam a possibilidade de vir a ter um pontificado breve.
“Tenho a sensação de que o meu pontificado será breve, quatro, cinco anos. É como uma sensação, algo vaga”, refere, numa das entrevistas citadas no documentário ‘Papa Francesco: come Dio comanda’ (Papa Francisco: como Deus lidera), que vai ser transmitido esta noite na ‘Sky Atlantic’.
O Papa observa, no entanto, que não tem dados objetivos para fazer esta afirmação, pelo que mantém todas as hipóteses “em aberto”.
O retrato do Papa, que vai completar 80 anos de idade no próximo dia 17, teve o acompanhamento do padre Antonio Spadaro, jesuíta, uma figura muito próxima de Francisco.
O pontífice argentino tinha falado sobre as suas impressões relativamente à duração do pontificado em março de 2015, numa entrevista à televisão mexicana ‘Televisa’.
“O Senhor colocou-me [aqui] para uma coisa breve, nada mais”, precisava.
Em declarações à Rádio Vaticano, o padre Spadaro explica que o documentário procura “valorizar a perspetiva dos fiéis sobre o Papa Francisco”, apresentando “um percurso íntimo, profundamente humano” de alguém que vive “uma dimensão profundamente dramática da história”.
O sacerdote jesuíta, diretor da revista ‘Civilità Cattolica’ explica que o documentário não tem declarações “inéditas”, no sentido estrito do termo, mas apresenta pela primeira vez registos de áudio e vídeo de algumas entrevistas concedidas até hoje pelo Papa.
O trabalho passa em revista o percurso de vida de Jorge Mario Bergoglio, o antigo arcebispo de Buenos Aires que em março de 2013, aos 76 anos de vida, foi eleito para suceder a Bento XVI.
Os 45 minutos de programa foram dirigidos por Diana Ligorio em colaboração com Salvatore Mazza, antigo vaticanista do jornal católico italiano, ‘Avvenire’.
O trabalho centra-se em três entrevistas concedidas pelo Papa na sua língua natal, o espanhol, e apresenta imagens pouco conhecidas do pontificado, na Praça de São Pedro ou em viagens internacionais.
Em síntese, nada de inédito, para além de pela primeira vez haver registo de áudio e vídeo de algumas entrevistas concedidas. Francisco completa 80 anos no próximo dia 17. Continuemos a rezar pelo Papa e para que Deus continue a iluminar e inspirá-lo, assim como a todos os crentes.
Agência ecclesia

Sem comentários: