domingo, 7 de dezembro de 2014

Cerimónia do 40º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca










O hastear das bandeiras deu "início oficial das comemorações. Após a Eucaristia, teve lugar a receção às entidades oficiais e a bênção de duas novas viaturas, seguindo-se a sessão solene e o desfile motorizado e apeado do Corpo de Bombeiros. O almoço de confraternização encerrou a comemoração aniversária.

Da sessão solene, respigámos:
 O presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca, Dr José Amaro,  foi eleito presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Viseu. A tomada de posse terá lugar em 9 de Janeiro próximo. Parabéns ao eleito. Bom trabalho.


2. Crachá de Ouro para António Borges

A Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o crachá de ouro ao tarouquense António Borges.
Em 40 anos de história, foi a primeira vez que um presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses esteve oficialmente em Tarouca. Foi este que entregou ao homenageado a condecoração.
António Borges esteve indelevelmente ligado à fundação desta instituição, foi presidente da Associação e sob o seu impulso, foram criadas infraestruturas de inegável importância para a implantação, crescimento e revigoração desta Associação Voluntária.

3. Boas relações institucionais
Todos os oradores se congratularam com as boas relações institucionais existentes entre a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca e os cidadãos, as empresas da zona, outras associações, o município.
Com a Câmara as relações institucionais continuam a passar por bom momento, o que traz benefícios mútuos. Por um lado, a Câmara tem nos Bombeiros 90% do trabalho ligado à Proteção Civil; por outro lado, o apoio camarário é indispensável para que os Bombeiros possam ter os meios humanos e logísticos sem os quais não é possível um serviço de qualidade às populações.
O comandante falou de gestão saudável e responsável, salientado que, nestes 2 anos e meio foram adquiridas 6 novas viaturas, frisando o serviço aos doentes dialisados que exigiu novos meios e formação do pessoal.
Tanto o presidente da Câmara como o comandante salientaram que, fruto da boa relação institucional, foram abertos estradões florestais e feitos pontos de água, importantes para o socorro das populações.

4. 2014 - o melhor dos últimos 30 anos
No distrito de Viseu, segundo o Comandante Operacional Distrital, os Bombeiros de Tarouca são dos melhores. Aquele responsável informou ainda que em 2014, houve 600 incêndios no distrito, sendo este o melhor ano dos últimos trinta anos. Ao facto não é alheio o tempo chuvoso que se fez sentir. A área ardida situa-se entre os 1100 e os 1200 hectares. Não houve baixas nem incidências graves.
Frisou ainda aquele responsável a necessidade de haver sempre máxima preocupação com a segurança dos Bombeiros, o que se consegue com formação e treino operacional.

5. Quadro de Honra e Medalhados
Só se chega ao Quadro de Honra com 40 ou mais anos de serviço. Passou ao Quadro de Honra o bombeiro Amândio Vingadas. Mas segundo o Comandante local, tal só o liberta das suas obrigações operacionais. No resto, continua tudo igual.
Receberam a Medalha Grau Bronze (5 anos de bom efetivo serviço) os seguintes bombeiros: Pedro Dias, Sónia Jesus, Maria João Pereira, Mário Silva, Rúben Cardoso, Joel Almeida, Lúcia Rocha e António Manuel Silva. Por sua vez, José Lucena, Álvaro Carvalho e António Jorge Pinto receberam a Medalha Grau Ouro (25 anos de bom efetivo serviço). Paulino Carvalho recebeu a Medalha Grau Ouro ( (20 anos de bom efetivo serviço).
Parabéns aos medalhados, foi o sentimento expresso pelos responsáveis da instituição.

6. Memória, reconhecimento e apreço
A memória esteve presente nos discursos dos vários intervenientes na sessão solene. Referindo-se à história da instituição, o presidente da direção falou de "homens e mulheres que com o seu exemplo nos contagiaram". O comandante dos Bombeiros  sublinhou a "memória dos que nos deixaram", focand-se no Sr. Daniel Pereira e no P.e Seixeira, dizendo, em forma de prece, "junto do Senhor velarão pela nossa associação".
O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses falou da boa impressão colhida na parada. Rigor, disciplina, organização, que ostentam o orgulho pela farda que os bombeiros envergam.
"Obrigado, amigos!", foi o sentimento manifestado pelo presidente da Câmara, que garantiu "apoiar e criar condições para que esta casa preste um serviço de excelência."
"Orgulhamos-nos do que somos: voluntários e pela paz", disse convictamente o Dr. Amaro, depois de uma palavra de felicitação ao comandante, pessoal de apoio, sua direção, funcionários e a todos os bombeiros.
Já o presidente da Assembleia Municipal exultou com o exemplo de cidadania que se vive e se expressa na instituição.

Sem comentários: