segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Tomada de Posse dos órgãos autárquicos de Tarouca - Assembleia Municipal e Câmara Municipa - quadriénio 2013/2017


Muita gente. Pessoas apinhadas nos corredores porque não havia espaço na sala. No dia 21 de Outubro, pelas 10.30 horas, no espaço da Assembleia Municipal da Câmara Municipal de Tarouca. No ar ficavam algumas perguntas dos presentes. Teria que ser ali? Não seria melhor a sessão ter-se realizado no Auditório onde o espaço é muito maior? Será que, dada a hora, não estariam à espera de tanta gente?
Bom, o certo é que foi ali mesmo e tudo correu bem, pese a incomodidade das pessoas, dado o grande número de presenças.

Conforme estabelece a lei, foi o Presidente da Assembleia Municipal cessante que procedeu à instalação da nova Assembleia Municipal.

Nesta sessão de Instalação tomaram posse os quinze membros municipais eleitos diretamente para o órgão deliberativo Assembleia Municipal de Tarouca (por inerência de funções, os sete Presidentes de Junta de Freguesia), bem como os cinco eleitos para o órgão executivo Câmara Municipal de Tarouca.

Após o ato de instalação, os referidos órgãos autárquicos entraram imediatamente em funções.

Consumada a referida Tomada de Posse, a Assembleia Municipal de Tarouca reuniu para proceder à eleição da Mesa da Assembleia, constituída por um Presidente e dois Secretários.

Constituição da Assembleia Municipal de Tarouca para o quadriénio de 2013-2017, em função dos resultados eleitorais do passado dia 29 de setembro: total de 22 membros (15 eleitos diretamente, sete por inerência - presidentes das Juntas de Freguesia)

Membros eleitos diretamente: PSD elegeu 9; o PS, cinco; o BE, 1.

Membros por inerência (Juntas de Freguesia): o PSD elegeu cinco; o PS, dois.

Quanto à Câmara Municipal de Tarouca, este órgão é constituído pelo Presidente da Autarquia (Valdemar Pereira) e dois Vereadores eleitos pelo PSD; dois Vereadores eleitos pelo Partido Socialista.

Acrescente-se que os membros da assembleia municipal costumam ser erradamente chamados "deputados municipais". Não são deputados municipais mas sim "membros da assembleia municipal".

CÂMARA MUNICIPAL

Presidente: Valdemar Pereira
Vereadores: José Damião, Susana Pereira, José Amaro e Afonso Dias

ASSEMBLEIA MUNICIPAL
Presidente: Domingos Nascimento
1.º secretário : Rui Pereira
2.º secretário: Dina Tomé
Membros da Assembleia Municipal: Maria Amélia Pires de Albuquerque, António Luís Carrapa Sarmento, Luís Fernando Coelho de Barros Pereira, Manuel do Carmo Ferreira, Liliana Matias Soares, Maria Albertina da Silva Ferreira Adrega Cardoso, António do Carmo Santos, Paulo Jorge Dias Pereira, José Manuel Andrade Oliveira, Ana Palmira Botelho Figueiredo, Teresa Alexandra Carvalho Silva Ferreira, Manuel Leite dos Santos, Rufino Marcelo Queiroz, Manuel Francisco Pinto Laranjo, Tiago Jorge Martins Eusébio, Domingos dos Santos Rodrigues, João Manuel Santos Félix, Vítor Alexandre Cardoso Ferreira e Rui Fernando Guedes Raimundo.  

 Presidente da Câmara fala de boa gestão das estruturas
 
Valdemar Pereira usou da palavra pela primeira vez na  qualidade de Presidente da Câmara. Um discurso claro na definição das novas linhas estratégicas para o Concelho.
Dar mais vida a Tarouca. A não prioridade de novas infraestruturas, mas sim a sua boa gestão. Atrair novos investidores para o Concelho como forma de criação de emprego. Também não foram esquecidos os mais desfavorecidos como uma prioridade, assim como os nossos jovens e emigrantes. Apelou aos Presidentes de Junta para a sua participação, porque para ele são parte integrante deste executivo devido ao seu papel fundamental junto das populações, dada a sua proximidade a estas. Também apelou à colaboração de todos na realização destes objetivos. Este executivo será um executivo aberto a novas ideias e à participação de todos.
A mudança, querida e expressa nas urnas, acarreta a esperança... Oxalá que os objetivos enunciados se cumpram para que Tarouca tenha mais vida e um futuro melhor.

 Presidente da Assembleia Municipal fala de participação cívica
Domingos Nascimento, falando pela primeira vez na qualidade de residente da Câmara Municipal de Tarouca, trouxe à comunicação um tema que há muito lhe é particularmente caro: cidadania, participação cívica, valores cívicos.
Foi um discurso marcadamente de esperança convicta. Sem deixar de assinalar o que sucessivas gerações de autarcas, contextuados no tempo em que estiveram à frente dos destinos do concelho, ofereceram de válido e positivo para o desenvolvimento de Tarouca, falou do presente e apontou ao futuro.
Insistiu na necessidade de dar voz aos cidadãos, referindo a propósito o contributo excelente dado pelas pessoas no último "Congresso para a Cidadania", afirmou que dos cidadãos vêm problemas e soluções. Em vez de um governar para, um governar com.
Referiu a excelência da Assembleia Municipal para o debate aberto, sereno e abrangente, salientando que a lealdade institucional não o coibirá de expressar os seus pontos de vista.
Pelo que foi escutado, a presença dos cidadãos junto da Assembleia Municipal, não é só bem-vinda, mas querida e desejada. 

Vereador da Oposição fala de colaboração  responsável 
José Amaro, durante 16 anos vereador da maioria, é-o agora mas pela oposição. Realçou detalhadamente o trabalho realizado durante os anteriores mandatos, falou de estruturas, programas, meios  hoje ao dispor da autarquia graças ao trabalho dos últimos mandatos e prometeu uma colaboração decidida quanto estivesse em causa o bem e o progresso do concelho. Afirmou uma oposição tenaz quando tal não acontecesse.
Salientou ainda a qualidade dos técnicos e funcionários ao serviço da autarquia.


Vídeo da tomada de posse

video
Autoria do vídeo: Tarouca Hoje

Sem comentários: