segunda-feira, 22 de abril de 2019

Quando os cristãos leigos fazem maravilhas

No meio da azáfama da Semana Santa, esqueci-me da animação coral da Missa do Lar em dia de Páscoa às 10.30h, uma vez que a pessoa que normalmente desempenha - e bem - esse serviço me havia dito que, no referido dia, não podia estar.
Lembrei-me no sábado. Contactei uma pessoa que também faz - e bem - esse serviço. As esperanças eram poucas. Porque era dia de Páscoa. Porque tinha a visita pascal. Porque tinha o almoço para a família…
A resposta veio pronta e decidida. Lá estarei. Imaginarão como fiquei contente. Não me pediu mais nada.
O resto ficou com a pessoa convidada. Contactou o giro pascal para passar por sua casa um pouquito antes, organizou com a família a confeção da refeição, convidou outra pessoa amiga e, à  hora certa, lá estava. Com a generosidade de sempre.
Perfeito só Deus. Todos temos muitas limitações. Mas há gente que sadiamente teima em testemunhar que valemos mais pelo que damos do que pelo que temos.
Em dia de Páscoa, mais um testemunho eloquente do que é ser cristão em missão. Do que é ser testemunha do Ressuscitado no nosso mundo. No mundo que Deus ama.
Parabéns, D. Isabel Vingadas.
Obrigado, boa amiga, e ao seu marido!
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas a sorrir, pessoas em pé, montanha, céu, ar livre e natureza

Sem comentários:

Enviar um comentário