quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Há épocas assim...

Nos finais de 2018 e nestes inícios de 2019, têm sido muitos os funerais nesta comunidade.
Costumo dizer, fruto da experiência, que é capaz de surgir um tempo, mais ou menos extenso, sem qualquer funeral. Mas se surge um, parece que tem íman, atrai logo um série deles a seguir. É o caso.
Acontece que, em certas ocasiões, se realiza no mesmo dia um funeral num povo da paróquia e Missa de 7º dia noutro povo da mesma paróquia.
Estes dois primeiros dias da semana confirmam o que acabo de dizer.
Paz  eterna a quem partiu; ajuda divina para quem, com o coração ferido,  viu partir um familiar ou amigo.
"Não vivemos para morrer, mas morremos para viver".

Sem comentários:

Enviar um comentário