domingo, 29 de abril de 2018

Inaugurado Monumento aos Ex-Combatentes do Ultramar

UM POVO SEM MEMÓRIA É UM POVO SEM FUTURO

29 de abril de 2018 em  Tarouca . Inaugurado Monumento de Homenagem aos ex-combatentes do Ultramar, situado no largo da Capela do Mártir São Sebastião.
A Eucaristia foi  celebrada às 11h na Igreja Paroquial, uma vez que o tempo não permitiu a celebração campal como havia sido planeado. Na Eucaristia dominical, estiveram o sr. Secretário de Estado das Defesa Nacional, Dr. Marcos Perestrello, o sr. Presidente da Câmara, Valdemar Pereira, o sr. Presidente da Assembleia Municipal, Dr. Rui Pereira, vereadores, deputados municipais, autoridades  militares, presidentes de Juntas de Freguesia, antigos combatentes com famílias, amigos e comunidade paroquial.
Após a Eucaristia, os presentes dirigiram-se para o Largo do Mártir onde teve lugar a cerimónia de descerramento e bênção do Monumento. Seguiu-se a Homenagem aos Combatentes Mortos em Defesa da Pátria. Depois tiveram  lugar as intervenções do Presidente da Câmara, Representante da Liga dos Combatentes e do Secretário de Estado da Defesa Nacional.
Nas suas intervenções, sublinharam a beleza do Monumento, exaltaram a ideia da Câmara em o edificar, frisaram a justiça da homenagem a quem deu a vida pela Pátria, disseram do papel fundamental da instituição militar na defesa de Portugal, da identidade nacional e da liberdade.
Seguiu-se um almoço no salão dos Bombeiros, destinado a todos os ex-combatentes.
Informe-se, ainda, que fazem parte do Monumento placas com o nome das antigas 10 freguesias do Concelho onde consta o nome dos que tombaram nas guerras do Ultramar. O descerramento dessas placas esteve a cargo dos respetivos presidentes de Junta.
Na rotunda onde está a Capela do Santo Militar Mártir, S. Sebastião, encontra-se também agora o Monumento aos militares do Concelho que caíram em prol da Pátria.
Conforme foi sublinhado, a homenagem estendeu-se a todos aqueles que das guerras trouxeram sequelas para a vida toda, a tantas mães , esposas e noivas que choraram, aos filhos que ficaram por criar e às famílias que sofreram.

1 comentário:

  1. ... aquele Memorial Concelhio de Tarouca, foi erigido «Aos Heróis do Ultramar» - tal como, muito bem, está inscrito na face dianteira da respectiva peanha.

    O «ex-combatentes», mencionado no título da notícia, apenas reproduz uma inscrição lateral (note-se, lateral), cuja demonstra a vaidade política de "quem inaugurou e quem promoveu". Ora, o que de relevo deve sempre presidir a um Memorial "Aos Combatentes", para memória presente e futura, são "Os Combatentes"; nada mais.

    (JCAS, RMA Nov71-Mar74)

    ResponderEliminar